Papo sobre processo criativo no Metrópolis

Fui ao programa Metrópolis falar sobre o processo criativo do Desesterro, eu e a Isabela Noronha, em clima de véspera do resultado do Prêmio São Paulo de Literatura. É pra vocês que a gente escreve todas essas cartas pedindo um olhar afetuoso para nossa literatura. Aqui vai mais um convite para ler e se deixar tocar pelo Desesterro. Beijo!

Anúncios