Desesterro é finalista no Prêmio São Paulo de Literatura!!!!!!!!!!!!!

Uncategorized

Nos últimos anos acompanhei de perto o Prêmio São Paulo de Literatura, lendo os finalistas, torcendo, o que torna ainda mais especial encontrar o Desesterro entre os finalistas deste ano. É como sempre digo: é possível que você divida o inferno com quem seu livro divide a estante, sorte a minha ter o Desesterro entre tantos outros livros e autores que já admiro. E outros que ainda vou conhecer. Para isso servem as listas de livros, afinal, são um convite à aventura. Uma floresta para atravessar. Ainda não conhece essa floresta? Aqui está:

MELHOR LIVRO DE ROMANCE DO ANO 2015
Beatriz Bracher – Anatomia do Paraíso (Editora 34)
João Almino – Enigmas da Primavera (Editora Record)
Julián Fúks – A Resistência (Cia. das Letras – Schwarcz)
Marcelo Rubens Paiva – Ainda Estou Aqui (Editora Alfaguara – Schwarcz)
Mia Couto – Mulheres de Cinzas – As Areias do Imperador (Cia. das Letras – Schwarcz)
Nei Lopes – Rio Negro, 50 (Editora Record)
Noemi Jaffe – Írisz: As Orquídeas (Cia. das Letras – Schwarcz)
Paula Fábrio – Um Dia Toparei Comigo (Editora Foz)
Raimundo Carrero – O Senhor Agora Vai Mudar de Corpo (Editora Record)
Santana Filho – A Casa das Marionetes (Editora Reformatório)

MELHOR LIVRO DO ANO DE ROMANCE – AUTOR ESTREANTE + 40 ANOS
Eda Nagayama – Desgarrados (Editora Cosac Naify)
Marcelo Maluf – A Imensidão Íntima dos Carneiros (Editora Reformatório)
Robertson Frizero – Longe das Aldeias (Editora Dublinense – Terceiro Selo)

ATÉ 40 ANOS
Alex Sens – O Frágil Toque dos Mutilados (Editora Autêntica)
Isabela Noronha – Resta Um (Cia. das Letras – Schwarcz)
Julia Dantas – Ruína y Leveza (Não Editora)
Rafael Gallo – Rebentar (Editora Record)
Sheyla Smanioto – Desesterro (Editora Record)
Tércia Montenegro – Turismo Para Cegos (Cia. das Letras – Schwarcz)
Tomas Rosenfeld – Para Não Dizer Que Não Falei de Flora (Editora 7 Letras)

Anúncios