Gato lê

eventos, experimentos literários

Julio-Cortázar-690x480

Um conto meu foi lido no sarau da Casa do Autor Roteirista, na Flip. Maravilha! A carne do gato, ele chama. Fiquei um pouco outra com a leitura, aluada. Não é fácil ver meu gato deitar em colo que não é meu. Mais difícil ainda é admitir: eu sou o gato miando, miando quieta esquecida, eu sou siamesa. Eu tenho essa cara analítica de quem não está gostando, subo nos armários, olho de cima, espreguiço, caço o que me dizem, tiro as patas, escolho o que vive. Mas não saio de perto.

Por isso fica o meu obrigada.

Anúncios